15 de out de 2012



A felicidade é soberana
Engana-se quem acha que quem escreve os poemas são só os amantes. Eu particularmente não confio em frases rimadas, em estrofes bem construídas e em palavras bonitas. Prefiro os sorrisos de canto, o brilho nos olhos, a mão quente que acaricia e os cabelos assanhados que o vento insiste em movimentar. É assim que meu coração se acelera. Acelera-se também nos dias de provas, mas vamos falar de coisas boas porque a vida tem muito a oferecer.
               Alinne Louise